quarta-feira, 17 de setembro de 2008

O que esperamos...

Às vezes o que precisamos não é de amores loucos,
De paixões desenfreadas,
De loucuras absurdas
De momentos inquestionáveis.
Às vezes o que precisamos é de apenas um amigo
De alguém pra conversar.
Alguém que te pegue no colo.
E, que saiba te aconselhar.
Às vezes o que esperamos,
Não são beijos insaciáveis,
Um abraço quente, ou olhares indecifráveis.
Às vezes o que queremos,
É apenas um carinho,
Uma palavra amiga, apenas atenção.
Às vezes não queremos estar em lugares exuberantes,
mas a sós em casa como dois amantes.
Estar ao lado de um amigo que mexa em seu cabelo,
que diga que te adora, que está segura.
Às vezes o que queremos,
não são toques calorosos nos tirando do mundo real.
E sim, um momento único se tornando imortal.
Às vezes não queremos nos encontrar em outros espaços
e sim, nos sentirmos seguras em apenas um abraço.
Não queremos ouvir palavras que arrepiam nos fazendo perder a cabeça.
E sim, palavras suaves, nos deixando sonhar com cada peça.
Às vezes não queremos um homem quente e feroz.
E sim, um alguém sensível e capaz.
Às vezes queremos olhar nos olhos e sentirmos retribuídas.
Sentir simplesmente o quanto somos queridas.
Ás vezes não queremos ouvir apenas uma voz,
mas o silêncio de um momento a sós.
Às vezes não queremos ouvir que somo lindas, gostosas,
ou infinitas juras de amor.
E sim, apenas três palavras que resumem tudo em um único sabor!


Eu Te Amo!

Um comentário:

Mariana Marques disse...

No fim, as pessoas esperam por momentos e acontecimentos grandiosos para serem felizes... qnd na verdade são os pequenos gestos e atitudes sinceras do dia-a-dia q nos fazem realmente felizes por alguns instantes.
Lindo texto Jurebaaaa!! =]