terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Amar dói

Se há alguma certeza absoluta nessa vida, uma delas é a que temos muito medo de sofrer.
Mesmo aqueles que se dizem forte diante de tantas circunstâncias, esses são os que mais temem esse sentimento. O do sofrimento.
É por isso que muitos vivem se controlando e se cercando perante tantas oportunidades. O medo de se entregar fala mais alto. Grita. E não permite que a pessoa se doe em prol da felicidade.
Mas e o amor?
Pior ainda. O amor é o mais lindo dos sentimentos. Ele é capaz de mexer com a nossa vida inteira. Nossos pensamentos. Nosso modo de agir. Nossas vontades. Nossa paciência. Nossas verdades. Mas muitos, pelo simples fato de terem medo de sofrer o ignoram. E tudo por que? Porque amar dói. E, dói muito. Talvez seja a maior dentre todas as dores.
Quem ama sabe que o amor não é prisioneiro. Mas sim aquele que sabe dar liberdade pra pessoa se expressar. Ir e voltar.
Quem ama se rasga por inteiro tendo que ver seu amado com outra pessoa ficar.
Quem ama se cala com medo de falar, de se entregar.
Quem ama sofre sozinho muitas vezes por não ter a coragem de competir.
De tentar tudo o que for preciso pra aquela pessoa conseguir.
Quem ama, sabe que dói quando nossos sentimentos não são correspondidos.
Quem ama sabe que dói quando somos obrigados a aceitar o destino.
Quem ama sabe que dói quando depositamos toda nossa confiança em uma pessoa e ganhamos a decepção.
Quem ama sabe que dói quando sofremos uma desilusão.
Quem ama sabe que quando um grande amor vai embora, fica a saudade. Como forma de nos mantermos vivos, latejando nossa alma sem ao menos termos dado autoridade.
E então sofremos tanto pela ausência. Pelo perfume não mais sentido. Pelo sorriso não mais visto. Pelo olhar não mais correspondido.
E então, ficam as lembranças, daquela noite mal dormida. Das brincadeiras e despedidas. Dos afagos e carinhos. Dos planos tão bonitos.
A curiosidade e vontade de saber se ele ainda usa a camiseta rosa. Se ela ainda gosta de massagem nas costas. Se ele ainda está com aquele corte de cabelo. Se ela continua saindo à procura de emprego. Se ele continua com aquela risada, Se ela ainda sonha em ter uma casa. Se ele está namorando com alguém. Se ela ainda está sozinha sem ninguém.
Quem ama entende que amar é entregar sua própria vida em função desse sentimento.
É abrir mão de tantas vontades, de tantos desejos.
Quem ama sabe que não é fácil amar.
E porque tentar?
Porque quem ama sabe a importância de amar.
Porque o amor nos deixa marcas.
Nos faz aprender.
Nos faz amadurecer e enxergar a vida com outros olhos.
Quem nunca amou de verdade e nunca teve essa oportunidade
Não sabe de fato o que é viver.
Através do amor
Temos as respostas para tantas perguntas
Através do amor
Entendemos o sentido de tantas coisas.
Aprendemos a ter maturidade para compreender
Descobrimos que uma decepção não mata, mas ensina a viver.
Compreendemos o que deve ser e o que não deve.
E mesmo sob tantas lágrimas
É o amor que faz darmos um sorriso.
Que nos encoraja a nos mantermos vivos.
É por amor que fazemos coisas impossíveis
Que tentamos sermos indestrutíveis.
Só por amor crescemos e entendemos que
Amar realmente dói.
Mas somente quem ama,
sabe o que realmente esse sentimento constrói.

6 comentários:

Mariana Marques disse...

Uma vez eu escrevi uma frase: "A paixão dói, o amor não."

Continuo acreditando nela =]

Juliana Sabbatini disse...

Preciso defender a minha idéia. Vamos lá! haha...

Paixão: Imediato
Amor: Tempo
Paixão: Acaba logo.
Amor: É para sempre.

Só o fato de sabermos que o amor leva tempo e é algo para sempre, inclui nesse tempo, sofrermos. Afinal, quem nunca sofreu por amor?

A paixão é uma tempestade que invade a nossa alma e nos enche de coisas novas, de vontades incessantes, de dúvidas e desafios... mas que logo passa. Mesmo que tenha dado certo ou não.

" O amor nos deixa marcas", nos faz sofrer pelo simples fato de amar. Ele é mais sublime. É algo mais sério. Por ele abrimos mão de tantas coisas. Por ele suportamos situações e aprendemos até mesmo a perdoar. O amor pode nos fazer sofrer e muitas vezes doer, mas ele também nos ensina a sempre continuar - A amar!

Em suma: A paixão dói. Mas é uma dor que logo passa.
O amor dói, mas é uma dor mais extensa.

Amor de mãe. Amor de filhos pra com seus pais. Amor por uma pessoa. O Amor no geral.

Mariana Marques disse...

Amor de mãe, amor de irmão, de amigo, de casal... amores diferentes, no entanto, tds intensos...

Eu acredito realmente q o amor não dói, de forma alguma... o q dói é a saudade, a perda, a indiferença... isso sim dói.; Se o amor machucasse como vc diz, então não faria sentido amar... se machuca...

A paixão, aquela q desperta o desejo, q pode ser o início de um amor, q caminha junto com o amor inclusive (amor de casal to falando)... essa sim machuca... mtas vezes achamos q amamos alguem e no entanto estamos apenas apaixonados... a paixão qnd não é equilibrada com o amor, aprisiona, causa insegurança, nos confunde, convida o ciúme p baderna... qnd a paixão é equilibrada, ela dá força pro amor, anda junto com ele e pode ser sim eterna... deve até, pq a paixão na medida certa é gás pras relações.

Enfim, é minha opinião... e com relação ao seu comentário no meu orkut, não, eu não estava me referindo a amor platônico qnd falei sobre a paixão... amor platônico é outra história q tb envolve amor e paixão... mas essa discussão fica p uma outra vez hahaha

Juliana Sabbatini disse...

Bom... isso aqui está virando um debate já! haha..
Mas vamos lá.

Eu acredito que ambos doem. Essa é a minha defesa.

"Se o amor machucasse como vc diz, então não faria sentido amar... se machuca"... (Mariana)

Minha opinião - Então se a paixão machuca como vc diz, então tb não faz sentido nos apaixonarmos... se nos machuca!

Concordo plenamente com tudo o que você disse. Até pq concordo que a paixão machuca a gente quando não bem administrada.

O que eu quis dizer no texto, nada mais é que o amor SIM machuca. Aliás... o título do texto é Amar dói. (pode ser que ali eu deixe explícito apenas o amar um alguém, mas isso vale pra todos os tipos de amores, pais, filhos...)

Quem nunca sofreu com outra pessoa?
Por você amá-la vc sofre com ela.

Quem nunca amou tanto uma pessoa a ponto de deixá-la ser feliz com outra? E sofreu com isso calada?

Quem nunca sofreu em ver uma pessoa amada triste?

Qual pai que não sofreu por um filho?

Tudo isso por amor.

Não podemos afirmar que o amor não dói. Claro que dói. Quem nunca sofreu por amar uma pessoa, seja ela filho, amigo, avó, irmão, namorado... que diga!

Enfim... cada um tem uma idéia, acredita em uma coisa e eu acredito nisso. Paixão dói, Amor tb, e eu só quis ressaltar um pouco o amor. =)

juca disse...

oieee olha eu aki :D

gostei desse ein ehhhe
como sempre um texto melhor que o outro ehhe
ja sobre esse debate ae , prefiro nao participar e nem dar nenhum tipo de opiniao ehhehehehe
bjos
juca

juca disse...

:p